Musica.

Seguidores

.

.

Total de visualizações de página

Bandeiras visitadas

free counters

VIDEO DE DIVULGAÇÃO DO BLOG

Para assistir o Vídeo de divulgação do blog "CONTADOR DE HISTÓRIA", basta você clicar no Mixpod que fica logo abaixo na lateral direita do blog , e no botão central dê uma pausa na música. Apreciem o vídeo.

Vídeo de Divulgação do Blog - Aprecie

A SAGA DE MOISÉS POR LUCIANO DUDU

EU RECOMENDO - EXPURGO DE FLÁVIA NEVES

terça-feira, 29 de março de 2011

O Mito de Osíris


Capitulo 5/6
Escrito por : Júlio Gralha

Osiris no templo


Osíris era o deus que, com sua irmã-esposa Ísis, remava sobre
o Egito.
Ele havia ensinado aos homens a agricultura e a metalurgia e era amado por seus súditos. Seu enciumado irmão Seth (o deus do mau vento do deserto) o matou, colocou seu corpo num cofre e jogou no Nilo.

Ísis

Ísis procurou o cadáver do marido e o encontrou em Biblos. Ela o trouxe de volta e o escondeu em um pântano.
Seth o descobriu, cortou o em 14 pedaços e os espalhou pelo Egito. Ísis novamente foi atrás do marido, recuperou os pedaços em decomposição, com exceção do falo, e, com eles, fez uma múmia. Com a ajuda de outros deuses mais seus poderes mágicos, Ísis devolveu a vida ao marido e reconstituiu seu membro perdido.
Horus

O casal gerou Hórus, que foi criado pela mãe e protegido do ambicioso Seth até chegar o momento de assumir o trono.
Osíris não recuperou seu reinado terrestre, mas passou a reinar sobre os mortos.  Hórus, mais tarde, tornou-se o rei do Egito. 
Os faraós o sucederam.
Isis e Osíris

 Se o mito de Heliópolis pretende dar conta das questões relativas à origem dos deuses, do mundo natural e da espécie humana,o mito de Osíris parece demonstrar formas de conduta da sociedade egípcia, tais como o papel de um rei justo que é enganado pelo irmão invejoso (Seth); o assassinato do rei bom pelo irmão mau; o papel de Ísis como mulher, esposa, dedicada e leal, que procura o corpo do marido e não descansa enquanto não o encontra; o poder de magia também de Ísis e a possibilidade de ressurreição com Thot e Anúbis, que revivem Osíris e reconstituem seu falo, permitindo, assim, que Ísis gere um herdeiro (o filho Hórus).
De fato, se analisarmos o mito como um todo poderemos perceber que ele trata muito mais da saga da deusa Ísis do que de Osíris.

O mito tem grande importância também por estar associado ao rito funerário e à mumificação, uma vez que Osíris torna-se senhor do mundo inferior e "ressuscita" nesse local depois de mumificado. Desse modo, todo aquele que morre, passando pelo rito funerário e pelo processo da mumificação, é considerado um Osíris.



A deusa Isis

Fonte : As religiões que o mundo esqueceu – Pedro Paulo Funari e outros autores, editora Contexto
Imagens : Google

10 comentários:

  1. Me chamo ìsis, e sou completamente apaixonada pela cultura egípcia, e mais ainda por tudo que e relacionado a história de um modo geral. Parabéns pelo Blogger .

    ResponderExcluir
  2. Po eu acho muito legal esse negócio de mitologia egípcia e tal, eu até to aprendendo BASTANTE no livro *A PIRAMIDE VERMELHA* MUITO BOM.
    SUGESTÃO: eu gosto mais de mitologia grega do que egípcia faz um post sobre como os tres grandes derrotaram o Titã Cronos...seria ÓTIMO

    -PARABENS

    ResponderExcluir
  3. entao,, eu nao conhecia essa historia mais gostei,, muito boa mesmo, o interesse surgiu pq sou nascido em 24/10 q um dia especial qria saber mais sobre osíris,, abraço

    ResponderExcluir
  4. adorei sempre gostei do egito é um dos lugares que me fascina!!!

    ResponderExcluir
  5. eu gosto muito sobre a mitologia egipsia,estou estudando isto em historia.
    eu e meu grupo vamos fazer uma peça teatral sore este mito ''isis e osiris''.

    ResponderExcluir
  6. achei otimo essa historia estou estudando mitologia e adorei

    ResponderExcluir
  7. meu nome e Osíris tmb muito boa a essas historias mitologiscas

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela página
    Notei uma estranha concidência no qual Seth é mencionado no velho testamento como sendo um dos filhos de Adão e Eva, sendo que ambas Histórias, no qual estudo e busco fragmentos reconstituindo um caminho, Histórico entre Mitos e contos confrotando a própria Biblía e livros de História geral, partindo do principio que todo conta a uma razão e motivo apesar de distocido pelo passar do tempo, cujas as Histórias eram simplesmente contadas e assim passadas de Pai para filhos sem escrita em um tempo remoto que a escrita não era dominada. Obrigado!

    ResponderExcluir