Musica.

Seguidores

.

.

Total de visualizações de página

Bandeiras visitadas

free counters

VIDEO DE DIVULGAÇÃO DO BLOG

Para assistir o Vídeo de divulgação do blog "CONTADOR DE HISTÓRIA", basta você clicar no Mixpod que fica logo abaixo na lateral direita do blog , e no botão central dê uma pausa na música. Apreciem o vídeo.

Vídeo de Divulgação do Blog - Aprecie

A SAGA DE MOISÉS POR LUCIANO DUDU

EU RECOMENDO - EXPURGO DE FLÁVIA NEVES

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

O REI HENRIQUE II E SEUS DESCENDENTES


                                                               HENRIQUE II

Capitulo 6/6 

O REI HENRIQUE II E SEUS CONFLITOS FAMILIARES E AMOROSOS 


· Conflitos com a família 
O casamento com Leonor da Aquitânia, se bem que político e com um intervalo de 11 anos entre eles, foi certamente tempestuoso. 
Guilherme de Poitiers, o primeiro filho do casal nasceu poucos meses depois do casamento o que indica uma relação anterior ao matrimónio. Henrique, no entanto, concebeu cerca de dez filhos ilegítimos, alguns dos quais criados pela própria Leonor junto dos filhos de ambos.
No princípio da década de 1170, Leonor abandonou Inglaterra e estabeleceu-se na Aquitânia. Os motivos permanecem desconhecidos, mas a ligação amorosa e pública de Henrique com Rosamund Clifford, uma galesa, pode ter tido alguma influência. 
Na mesma altura, Henrique decidiu separar os seus territórios de forma a serem herdados pelos diferentes filhos. 
O resultado foi desastroso uma vez que os príncipes decidiram apropriar-se das terras antes da sua morte. 
Henrique o Jovem e Ricardo revoltaram-se contra o pai na Normandia e Anjou, com o apoio de Leonor, que não tinha apreciado as recentes intromissões de Henrique no Ducado da Aquitânia, e de Luis VII de França. 
De todos os seus filhos apenas o bastardo Geoffrey, Arcebispo de York, permaneceu do seu lado e na sua estima até ao fim. 
Em 1173 é a própria Leonor quem inicia uma rebelião contra o rei. Henrique acabou por controlar a revolta no ano seguinte e colocou-a na prisão onde permaneceu nos 15 anos seguintes. 
A relação com o filho Ricardo piorou ainda mais com a sua subida ao estatuto de herdeiro depois da morte do irmão mais velho. 
Em Julho de 1189 Ricardo, auxiliado pelo rei Filipe II de França, derrota o exército de Henrique em Chinon. 
Dois dias depois, Henrique morreu num castelo das redondezas, presumivelmente de ferimentos recebidos na batalha. Encontra-se sepultado na Abadia de Fontevraud em Anjou, França. 


· Descendência de Henrique II 


De Leonor da Aquitânia , Duquesa da Aquitânia (1 de Abril de 1122 - 31 de Março de 1204), filha de Guilherme X da Aquitânia, duque da Aquitânia (1099 - 9 de Abril de 1137) e de Leonor de Châtellerault (1103 - 1137), teve: 

· 1º-Guilherme, Conde de Poitiers (1152-1156) 

· 2º-Henrique o Jovem, herdeiro de Inglaterra (1155-1183) 
Em 1156 depois da morte do primogénito Guilherme, Conde de Poitiers ainda na infância, Henrique tornou-se herdeiro do trono de Inglaterra. Apesar de nunca ter governado sozinho, ou contar para a lista de monarcas britânicos, foi coroado em 1170 juntamente com a mulher, a princesa Margarida de França. Este passo foi uma insistência do pai que causou conflitos com a Igreja Católica, nomeadamente com Thomas Becket, então Arcebispo da Cantuária.
Em 1183 morreu de disenteria contraída no acampamento militar de um exército levantado contra o pai. Henrique II comentou na sua morte: Ele custou-me muito, mas queria que tivesse vivido para me custar mais. 
Ricardo Coração de Leão sucedeu-lhe como primeiro na linha de sucessão e viria a tornar-se rei seis anos mais tarde. 

· 3º-Matilde Plantageneta (1156-1189), 

Casou com Henrique V, Duque da Saxónia e da Baviera 

· 4º-Ricardo Coração de Leão, rei de Inglaterra (1157-1199) 
Foi educado essencialmente pela mãe e quando Leonor decidiu separar-se de Henrique II e ir viver em Poitiers no fim da década de 1170, Ricardo acompanhou-a. 
Enquanto príncipe recebeu uma excelente educação, mas sobretudo voltada para a cultura francesa. 
Ricardo nunca aprendeu a falar inglês e pouca ou nenhuma importância deu a Inglaterra durante a sua vida.
Em 1168 tornou-se Duque da Aquitânia em conjunção com Leonor, no âmbito da política de Henrique II em dividir os seus territórios pelos filhos. 
A medida não obteve os objectivos esperados porque, em 1173, Leonor e Ricardo foram os responsáveis por uma revolta generalizada contra Henrique II que partiu da Aquitânia. 
O rei controlou os motins no ano seguinte, perdoando a Ricardo e Henrique o Jovem, mas encarcerando Leonor. 
Talvez por isso e pelo humilhante pedido de desculpas a que foi obrigado, Ricardo nunca se reconciliou totalmente com o pai. 
Após este episódio, Ricardo teve que lidar ele próprio com diversas revoltas da nobreza da Aquitânia que desejavam vê-lo substituído por um dos irmãos, e que suprimiu com violência.
Com a morte de Henrique o Jovem em 1183, Ricardo torna-se no inesperado sucessor do trono inglês e do Ducado da Normandia 

· 5º-Geoffrey, Duque da Bretanha (1158-1186) 
Foi Duque da Bretanha entre 1181 e 1186, através do seu casamento com Constança, a herdeira do ducado. . De Constança, Godofredo teve dois filhos: Artur e Leonor da Bretanha.
A sua curta governação da Bretanha não teve consequências políticas. Ele morreu subitamente em Paris, na sequência de um acidente de cavalo durante um torneio. 

· 6ª-Leonor Plantageneta (1162-1214), 
Casou com Afonso VIII de Castela e desse casamento teve 10 filhos entre os quais D.Urraca que foi casada com D.Afonso II de Portugal, Branca de Castela, que se casou com Luís VIII de França e Henrique I de Castela que se casou com casou-se com Mafalda de Portugal, filha de D. Sancho I de Portugal, tendo esse casamento sido dissolvido por consaguinidade. 

· 7º-Joana Plantageneta (1165-1199), 
Casou com 1) Guilherme II, rei da Sicília e 2) Raimundo, Conde de Toulouse 
Ela nasceu em Angers, Anjou, e passou sua juventude na corte de sua mãe em Winchester e em Poitiers. 
Era a irmã favorita de Ricardo I. Em 1176, o rei Guilherme II da Sicília enviou embaixadores à Inglaterra para pedir a mão de Joana em casamento. 
O noivado foi confirmado e, em 27 de agosto, Joana levantou velas para a Sicília, escoltada pelo bispo de Norwich e por seu tio, Hamelin, conde de Surrey.
Eles tiveram um filho, Boemundo, nascido em 1181, que morreu na infância. Após a morte de Guilherme, ela foi mantida prisioneira pelo novo rei, Tancredo da Sicília. 
O irmão dela, Ricardo I, chegou à Itália em 1190, a caminho da Terra Santa. Ele exigiu o retorno dela, junto de seu dote. Tancredo se furtou a essas exigências, então Ricardo tomou um mosteiro próximo e o castelo da Bagnara. Decidido a passar o inverno lá, ele atacou e subjugou a cidade de Messina., Tancredo aquiesceu aos termos e devolveu o dote de Joana.
Joana voltou a casar, em 1196 com Raimundo VI de Toulouse . O casamento aconteceu em Beaucaire, presidido pelo próprio Ricardo I. No ano seguinte, ela deu à luz um filho, também chamado Raimundo, depois Raimundo VII de Tolosa. 

· 8º-João Sem Terra, rei de Inglaterra (1166-1216) 
Não herdou nenhuma terra quando da morte de seu pai, fato que lhe deu o seu cognome. Passou à História como o rei que assinou a Magna Carta, considerado o início da monarquia constitucional em Inglaterra.
Era o mais novo entre os cinco filhos do rei Henrique II de Inglaterra e Leonor da Aquitânia e não se esperava que sucedesse ao trono. 
Foi, no entanto, o único dos filhos legítimos de Henrique II que não se revoltou contra o poder do pai. 
Talvez, como compensação, João foi nomeado Senhor da Irlanda em 1185. O seu governo foi desastroso e foi obrigado a abandonar o território poucos meses depois. 
Em 1188, Henrique tentou tornar João Duque da Aquitânia, em substituição de Ricardo Coração de Leão, que considerava de pouca confiança. 
O resultado foi catastrófico para Henrique II, que morreu durante a expedição punitiva organizada contra Ricardo.

Filhos ilegítimos, entre outros 

1. Guilherme Longespee, Conde de Salisbury (1152-c.1226) 

2. Geoffrey, Arcebispo de York (1159-1212)

FIM

O REINADO DE HENRIQUE II E AS MUDANÇAS NA INGLATERRA

                                                         HENRIQUE II


Capitulo 5/6 

O REINADO DE HENRIQUE II E AS GRANDES MUDANÇAS NA INGLATERRA 

Quando Henrique II foi coroado depressa mostrou que não seria um monarca suave e que os tempos da Anarquia tinham chegado ao fim. As suas primeiras medidas foram dirigidas aos nobres que se haviam tornado imprevisíveis durante a crise. 
Castelos construídos sem autorização real foram desmantelados e um novo sistema de coleta de impostos implementado. 
A administração pública melhorou significativamente com o estabelecimento de registros públicos criados pelo rei. 
No campo da justiça, Henrique mandou coligir o primeiro livro de leis inglês, descentralizou o exercício da justiça através de magistrados com poderes de agir em nome da coroa e implementou o julgamento por júri.


HENRIQUE II E SEUS CONFLITOS COM A IGREJA CATÓLICA . 

Entre as variadas iniciativas, Henrique minou o poder da Igreja Católica, determinando que religiosos que tivessem cometido crimes de direito comum fossem julgados por tribunais civis e não eclesiásticos, e estabelecendo um novo conjunto de impostos sobre as ordens religiosas. 
Como seria de prever, esta atitude valeu-lhe uma enorme onda de protestos, encabeçada por Thomas Becket, Arcebispo da Cantuária e seu amigo pessoal. 
Becket dirigiu-se a Roma para apelar ao papa ao que se seguiu um exílio de vários anos. 
Em 1170, Henrique e Beckett reconciliaram-se formalmente num encontro na Normandia, mas pouco depois o atrito recomeçou. 
Diz a tradição que Henrique perguntou Não há ninguém que me livre deste padre turbulento? 
Quatro dos seus nobres levaram o desabafo a sério e Thomas Becket foi assassinado na Catedral da Cantuária a 29 de Dezembro de 1170. 
Henrique chorou a morte de Becket e puniu severamente tanto os assassinos como as suas famílias. Para aligeirar a relação com o papa que o ameaçou de excomunhão, o rei doou importantes somas à ordem dos Templários e aos Cavaleiros Hospitalários e incentivou os seus súbditos a partir em cruzada para a Terra Santa, apesar de ele próprio nunca ter peregrinado ao Oriente.
Durante o seu reinado, Henrique finalizou a conquista e anexação do País de Gales e da Irlanda. 

Continua na postagem 6/6


A SUCESSÃO PARA O REI HENRIQUE II



Capítulo 4/6

QUEM FOI REI  HENRIQUE II


Henrique II , foi Conde de Anjou, de Poitiers, Duque da Normandia e que futuramente toranará-se Rei de Inglaterra de 1154 até à sua morte, em 1189, tendo sido o primeiro monarca da dinastia angevina, os Plantagenetas, porque antes predominava a dinastia Normandia. 
Ele sucedeu ao primo em segundo grau Estêvão I de Inglaterra no fim da Anarquia, fato que contaremos no decorrer das postagens. 

Voltaremos a infância de Henrique II e contaremos um pouco sobre sua vida. 


Henrique cresceu em Anjou nos territórios do pai, acompanhando de longe a luta de sua mãe Matilde pela coroa inglesa, que fora condecorada como sucessora pelo seu Pai Henrique I, como já foi tratado anteriormente. 
Aos 17 anos de idade em 1.150 Henrique II foi introduzido na governação em 1150 e depressa se revelou um líder capaz. 
Em 1152, Henrique casou com a herdeira e duquesa Leonor da Aquitânia, recentemente divorciada do rei Luís VII de França. Apesar do divórcio, Leonor conseguiu preservar a tutela do seu ducado, que passou a governar com Henrique a partir da data do casamento. Este fato fez de Henrique senhor de um território que incluía a Normandia,(que até então era governado pelo seu Tio) além dos territórios de Anjou, Poitiers, Aquitânia e Gasconha, tornando-o tão poderoso ou mais que o próprio rei de França. 


GRANDES MUDANÇAS NO CAMPO POLITICO DA INGLATERRA 


Ano de 1153- A Grã-Bretanha e o tratado de Wallingford 
Mais um passagem deste período da Anarquia. 
Após a morte de Eustáquio, filho de Estevão é assinado este tratado em que Estevão renuncia a luta e foi nomeado como sucessor Henrique Plantageneta, filho de Matilde. 
Em 1153, depois da morte de Eustáquio de Blois, (herdeiro de Estevão de Inglaterra,) Segundo o escritor Ken Follett Eustáquio morreu em luta civil a fio da espada por seu primo Henrique II, houvera muitas mudanças no campo político da Inglaterra, a partir de então. 
Durante essas lutas Henrique II invadiu a Inglaterra e obrigou o rei doente a nomea-lo como sucessor. Esta solução para o fim da guerra civil agradou às populações e no ano seguinte Henrique tornou-se rei de Inglaterra com apoio generalizado do país. 
Estêvão morreu em 1154, sem que a situação de instabilidade tivesse sido resolvida. 
O filho de Matilde subiu ao trono como Henrique II e logrou centralizar o poder, afastando o país do feudalismo. 

Continua na postagem 5/6


A GUERRA DE SUCESSÃO ( REI ESTEVÃO DE BLOIS X MATILDE)





                                                        Estevão de Blois

Capítulo 3/6


QUEM FOI O REI ESTEVÃO DE BLOIS 

Para darmos continuidade na sucessão do trono inglês falaremos um pouco de quem foi o Rei Estevão, Blois. 

Estêvão ; Blois, 1096 - Dover, 25 de Outubro de 1154), foi conde de Bolonha e o último Rei de Inglaterra da dinastia normanda entre 1135 e 1154. 

Era filho de Estêvão II, Conde de Blois e de Adela da Normandia, umas das filhas de Guilherme I de Inglaterra. Era portanto sobrinho de Henrique I de Inglaterra e o seu sucessor mais próximo depois da sua filha Matilde. 

Estêvão é o SORTUDO que sobreviveu ao naufrágio do White Ship que vitimou o herdeiro Guilherme Adelin em 1120 por ter desembarcado do navio antes da largada. Comentamos sobre o fato anteriormente. 
Será que podemos considerar o segundo casamento de Matilde uma infelicidade diplomática ao receber designada a coroa a Matilde , porem casada com um Angevino, trazendo assim insatisfação entre os Ingleses, fazendo com que acabará beneficiado a família de seu primo Estevão ? 
Anjou era uma casa adversária da Normandia, motivo pelo qual fez com que os nobres da corte não acatassem a ideia de aceitarem Matilde como Rainha e sim Estevão que era o próximo sucessor direto da Normandia. 
Ao falarmos sobre ANARQUIA, colocaremos um parêntese , segundo nossas pesquisas ficou evidente que o Rei Estevão não era bem assessorado e preparado para assumir a Coroa, gerando com isso a Guerra Civil , conhecido como ANARQUIA. 


A REVOLTA DE MATILDE 

                                                          Matilde

Matilde não se conformou em perder o direito a Coral Real e assim iniciou uma série de manobras para alcançar o trono de seu Pai. 
 Como aliados encontrou o rei David I da Escócia, seu tio materno, e Roberto de Gloucester, seu irmão bastardo. 
O resultado foi A Anarquia, um período de guerra civil, caracterizado não por guerra aberta, mas pela falha de todas as instituições políticas que a Inglaterra viveu nos 19 anos seguintes. 
Em 1141, MATILDE TORNA-SE SENHORA DOS INGLESES. 


Pilares da Terra

Durante incessante lutas ela conseguiu o seu maior sucessor depor Estevão, tornando-se não rainha, mas Senhora dos Ingleses. 
A vantagem foi perdida meses depois, devido à sua personalidade arrogante e à influência de Geoffrey de Anjou sobre as suas ações. 



A RETOMADA DE ESTEVÃO POR UM BREVE PERÍODO 

                                                           Pilares da Terra

Quando Estevão buscou retornar ao trono e com sucesso, fez com que Matilde 
fugisse. Ela conseguiu escapar sozinha ao cerco de Oxford, sumindo-se a meio da noite, mas nunca recuperou o ascendente político. 
Em 1147 é por fim obrigada a escapar de Inglaterra depois da morte de Roberto de Gloucester seu irmão bastardo, segundo relatos foi acometido de uma febre muito forte levando assim a seu óbito. 
Matilde nunca mais regressou a Inglaterra, mas foi o seu filho Henrique Plantageneta que pôs um fim à guerra civil obrigando Estevão a nomeá-lo como sucessor no tratado de Wallingford de 1153. Uma grande vitória conseguida por Matilde . 
Antes de falarmos da nova sucessão do trono falaremos um pouco de quem foi Henrique II, o filho de Matilde e o futuro Rei da Inglaterra. 

Continua na postagem 4/6

A MORTE DE HENRIQUE I E A ANARQUIA


Capitulo 2/6
A MORTE DE HENRIQUE I

Outro fato muito curioso foi como Rei  Henrique I morreu.
Henrique morreu na Normandia em Dezembro de 1135 de intoxicação alimentar provocada pela ingestão de lampreias estragadas”, ou será que foi por envenenamento?
Esta é mais  uma das hipóteses levantado pelo escritor Kent Follett.
Apesar de Henrique I ter nomeado sua filha Matilde como a sucessora do trono, devido ao seu casamento nada diplomático com Conde de Anjou, provocou uma insurreição popular instigada pelos nobres normandos, como já havíamos comentado antes.
Na data da morte de seu pai Matilde já tinha 33 anos de idade.
Em seguida começou uma grande revolta pela sucessão do trono da Inglaterra entre Matilde e Estevão, seu parente.
Com isso  Estevão de Blois, sobrinho de Henrique, o que salvará por SORTE DO NAUFRAGIO 
White Ship  tornou-se Rei de Inglaterra por aclamação dos Barões e contra a vontade do falecido Rei,  dando início à guerra civil conhecida como a Anarquia.
Convidamos ao amigo leitor para voltarem na postagem anterior a esta, que explica o que foi a ANARQUIA, na postagem sobre os Pilares da Terra.

Continua a postagem 3/6

                                                                NAUFRAGIO White Ship

O REI HENRIQUE I DA INGLATERRA E A SAGA DE SEUS SUCESSORES




Capitulo 1/6 

O REI HENRIQUE I DA INGLATERRA E SEUS SUCESSORES 


Amigo leitor, na primeira postagem sobre Os Pilares da Terra, uma obra fictícia , porém que o autor aproveita e retrata fatos verídicos do reinado da Inglaterra. 

Tivemos à inspiração de ir a fundo e levantar fatos verídicos e dar continuidade nos estudos por ser um bela obra escrita por Ken Follett. 

Na postagem anterior fizemos algumas citações da filha do Rei Henrique I da Inglaterra, sua filha Matilde. 

Falaremos um pouco mais sobre ela a partir desta postagem . 

Matilde, foi conhecida como Imperatriz Matilda, nasceu em 1102 em Winchester e faleceu 1.167 em Ruão. 

Ela foi imperatriz consorte do Sacro Império, Condessa de Anjou e candidata ao trono de Inglaterra durante A Anarquia, como mencionamos na primeira postagem desta série. 

O que mais chamou minha atenção em sua historia e sua personalidade, foia perspicácia, coragem e audácia de uma mulher inglesa que foi capaz de tudo para lutar pelo direito de seu trono como Rainha da Inglaterra. 
Era filha de Henrique I de Inglaterra e da princesa Matilde da Escócia. 
Um fato curioso que chamou-me atenção do naufrágio que Ken Follett cita em sua obra foi o desencadear de todo processo de Anarquia. Uma luta interminável pelo poder. 
O tão conhecido naufrágio do White Ship, que vitimou o seu irmão Guilherme Adelin,, que era o primeiro na linha sucessora do trono inglês, fez com que sua irmã Matilde tornou-se na única descendente legítima de Henrique I. 
Porém existe uma situação bastante fucral este naufrágio do White Ship, 
Neste acidente sobreviveram Estêvão um dos sucessores mais próximos a Coroa Inglesa e um grupo resumido de pessoas . 
O Grande sortudo Estêvão que sobreviveu ao naufrágio era filho de Estêvão II, Conde de Blois e de Adela da Normandia, umas das filhas de Guilherme I de Inglaterra. Era portanto sobrinho de Henrique I de Inglaterra e o seu sucessor mais próximo depois da sua filha Matilde
Os historiadores contam que Estêvão sobreviveu ao naufrágio do White Ship que vitimou o herdeiro Guilherme Adelin em 1120 por ter desembarcado do navio antes da largada. 
Convido o leitor amigo para refletir sobre o fato: 
Podemos chamar esse fato de sua sobrevivência de sorte ou trama? 
Não consegui encontrar fontes históricas que coincidem com a trama de Ken Follett, onde ele deixa claro que tal naufrágio foi uma conspiração pelo trono inglês, possivelmente ele levantou essa questão baseado em documentos históricos. 
Em seu romance ele defende que tudo foi uma armação, para assassinar o primeiro sucessor herdeiro legitimo da Coroa Inglesa, após a morte de Henrique I, que seria o sobrinho de Henrique I da Inglaterra. 
Porém com a morte de Guilherme ,como já mencionamos na postagem anterior Henrique I preferiu então designar a coroa a sua filha Matilde, mas com a morte do Rei a situação da coroa inverteu-se. Veremos logo a frente sobre o desenrolar do estudo. 
Em 1114 , Aos 12 anos de idade , Matilde casa-se com Henrique V, o imperador do Sacro Império. 
Eles ficaram casados aproximadamente 11 anos, quando Matilde ficou viúva , 
aos 23 anos de idade, e neste período Matilde não possuía nenhum herdeiro. 
Em 1125 , três anos após a morte de seu marido ela casa novamente com Godofredo V, conde de Anjou ageneta, no âmbito da política de consolidação do poder de Henrique I no continente. Godofredo era onze anos mais novo, e segundo crônicas da época a união não foi propriamente feliz. Nasceram no entanto três filhos: Henrique, Geoffrey e Guilherme.
Em 1.133 nascia um dos filhos de Matilde que marcaria a História da Inglaterra, o nascimento de seu filho Henrique II Plantageneta. 
No decorrer do estudo falaremos mais sobre Henrique II. 
A nomeação de Matilde sucessora do trono da Inglaterra foi uma decisão inédita em toda historia dos reinados, uma mulher como sucessora. 
Quando Henrique I nomeou Matilde como sucessora , ele obrigou os seus barões a jurarem-lhe fidelidade. 

O Inicio dos Conflitos 

Apesar de ser da vontade do Rei a escolha de Matilde como sucessora, porém tal ensejo não era popular, por motivos plausíveis , principalmente por ela ser casada com o Conde de Anjou,( a casa tradicionalmente adversária da Normandia), ele era considerado PERSONA NON GRATA pelos barões ingleses. Após essa sucessão de reinado , veremos que irá dar origem ao conflito anglo-francês da Guerra dos cem anos.

Continua na postagem 2/6

Ator que o representou  Henrique I em Pilares da Terra

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

A SUCESSÃO DOS REINADOS DA INGLATERRA


Caro leitor, para facilitar o entendimento das postagens relacionados aos reinados da Inglaterra, realizamos uma pesquisa histórica sobre o inicio da Dinastia Normanda que fala sobre a linhagem do Rei Henrique I da Inglaterra e todos os seus sucessores até a rainha Elizabeth II. 

Apreciem os fatos históricos da linhagem real da Inglaterra. 

Boa Leitura 
Luciano Dudu 



CASA NORMADA 

1) Nome: Henrique I 

Inicio do Governo : 03 de agosto de 1.100 
Término do Governo: 05 de agosto de 1.135 
Conhecido como : Beauclerc e Leão da Justiça 
Comentário : Era irmão de Guilherme e deixou apenas uma filha de nome Matilde 


2) Nome: Matilde I 

Inicio do Governo : - 
Término do Governo: - 
Conhecido como : A imperatriz 
Comentário : Foi nomeada pelo seu pai Henrique I, quando seu filho herdeiro primeiro do trono morrera em um naufrágio, mas ela teve seu trono usurpado. 


3 )Nome: Estevão

Inicio do Governo : dezembro de 1.135 a 
Término do Governo: Novembro de 1.153 
Conhecido como: - 
Comentário : Ele era sobrinho de Henrique I,com uma grande jogada política usurpou o trono de Matilde I, mas foi deposto por ela durante um curto período de tempo, mas ela já mais foi reconhecida como Rainha, mas sim como Imperatriz por curto período de tempo, ele ficou como imperatriz de abril de 1.141 ate Novembro de 1.141, mas a partir da ultima data citada Estevão retornou ao trono até 25 de Novembro de 1.153, no período que ainda existia a Anarquia. 




Casa Plantagenetas 


4 )Nome: Henrique II 

Inicio do Governo : Outubro de 1.154 
Término do Governo: Julho de 1.189 
Conhecido como: O de manto Curto. 
Comentário : Após longas batalhas de sua mãe Matilde I e após Henrique II matar seu primo filho do atual rei Estevão I em batalha, e para acabar com a Anarquia , Estevão acabou abdicando do trono para Henrique II, realizando assim o sonho de sua mãe, mas a partir desta data muda-se a dinastia . 

5 )Nome: Ricardo I 

Inicio do Governo : Julho de 1.189 
Término do Governo: Abril de 1.199 
Conhecido como: Ricardo coração de Leão 
Comentário : Filho de Hernique II, durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 


6)Nome: João I 

Inicio do Governo : Abril de 1.199 
Término do Governo: Outubro 1.216 
Conhecido como: João sem terra 
Comentário : Filho de Hernique II, durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 


7) Nome: Henrique III 

Inicio do Governo : Outubro de 1.216 
Término do Governo: Novembro de 1.272 
Conhecido como: 
Comentário : durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 

8)Nome: Eduardo I 

Inicio do Governo : Novembro de 1272 
Término do Governo: Julho de 1307 
Conhecido como: Pernas Longas 
Comentário : durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 


9)Nome: Eduardo II 

Inicio do Governo : Julho de 1307 
Término do Governo: Janeiro de 1327 
Conhecido como: 
Comentário : Ele resolveu abdicar o trono em favor de seu filho Eduardo III. 


10)Nome: Eduardo III 

Inicio do Governo : Janeiro de 1327 
Término do Governo: Janeiro de 1377 
Conhecido como: 
Comentário : : durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 

11) Nome: Ricardo II 

Inicio do Governo : Junho de 1377 
Término do Governo: Setembro de 1.399 
Conhecido como: 
Comentário : 
Durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história, porem já adiantaremos que ele foi deposto por Henrique IV de Lancaster, colocando fim a esta dinastia plantagenetas e começando uma nova dinasita de Lancaster. 



Casa de Lancaster 



12) Nome: Henrique V 

Inicio do Governo : Março de 1.413 
Término do Governo: Agosto de 1.422 
Conhecido como: 
Comentário : : durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história. 


13) Nome: Henrique VI 

Inicio do Governo : Agosto de 1.422 
Término do Governo: Março de 1461 
* Ele retorna ao trono emoutubro de 1470 e permanece até Abril de 1471 
Conhecido como: 
Comentário : : durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história, ele foi deposto na Guerra das Duas Rosas,mudando assim para a Casa de Iorque. 




Casa de Iorque



14) Nome: Eduardo IV 

Inicio do Governo : Março de 1461 
Término do Governo: Outubro de 1471 
* Ele retorna ao trono em abril de 1471 e permanece até Abril de 1483 
Conhecido como: - 
Comentário: durante nosso trabalho do blog, contaremos um pouco mais de sua história, ele depôs Henrique VI na Guerra das Duas Rosas, porem em Abril de 1471 ele inverte as posições na Guerra das Rosas e retoma o trono, retirando Henrique VI. 
O poder volta para as mãos da Casa de Iorque 


15) Nome: Eduardo V 

Inicio do Governo : Abril de 1483 
Término do Governo: Junho de 1483 
Conhecido como: Príncipe da Torre 
Comentário: Ele foi Rei com apenas 13 anos foi declarado filho ilegítimo de Eduardo IV em 1483 por Ricardo III apoiado pelo parlamento. 

16 )Nome: Ricardo III 

Inicio do Governo : Junho de 1483 
Término do Governo: Agosto de 1485 
Conhecido como: 
Comentário: Contaremos como ele tornou-se Rei, pois ele deu um golpe, utilizando o parlamento, existe rumores que ele assassinou seus sobrinhos para tomar o torno, e com isso ascendeu-se as chamas da Guerras das duas rosas. 


Casa  Tudor 



17) Nome: Henrique VII 

Inicio do Governo : Agosto de 1485 
Término do Governo: Abril de 1509 
Conhecido como: 
Comentário: Contaremos como ele tornou-se Rei, ele usou de diplomacia. 
Ele tornou-se Rei devido a Guerra das Duas Rosas, assim casou-se com Isabel de Iorque, pondo fim a Guerra, a partir de então a Dinastia Tudor começa a Governar. 


18) Nome: Henrique VIII 

Inicio do Governo: Abril de 1509 
Término do Governo: Janeiro de 1547 
Conhecido como: 
Comentário: Em breve falaremos sobre esse personagem de uma personalidade impar. Henrique VIII por questões de poder e vaidade, rompeu com a igreja católica e separou a igreja anglicana em 1534, e o curioso ele mesmo tornou-se chefe dela. Recomendo aos leitores que assistam o seriado The Tudors, que conta a trajetória de seu reinado. 

19) Nome: Eduardo VI 

Inicio do Governo: Janeiro de 1547 
Término do Governo: Julho de 1553 
Conhecido como: 
Comentário: Ele não deixou herdeiros, com isso houve um governo transitório após sua morte com Joana I. 


20) Nome: Joana I 

Inicio do Governo: 10 de julho de 1553 
Término do Governo: 19 de Julho de 1553 
Conhecido como: 
Comentário: Como Eduardo VI não seixou herdeiros, ela por ser protestante foi declarada Rainha de Inglaterra após a morte de Eduardo, no entanto, deposta por Maria I, católica, nove dias depois. 


21) Nome: Maria I 

Inicio do Governo: 19 de julho de 1553 
Término do Governo: 17 de Novembro de 1558 
Conhecido como: A Sanguinária 
Comentário: Ela retirou Joana I do trono, o catolicismo volta a fazer parte da realeza. 


22) Nome: Felipe I 

Inicio do Governo: Julho de 1554 
Término do Governo: Novembro de 1558 
Conhecido como: 
Comentário: Ele reinou junto com Maria I. 


23) Nome: Isabel I 

Inicio do Governo: Novembro de 1558 
Término do Governo: Março de 1603 
Conhecido como: A Rainha Virgem, Gloriana, Defensora da Fé 
Comentário: Amigo leitor iremos explorar bastante a historia no desenrolar de nossos trabalhos, Isabel I, foi uma grande Rainha, seu reinado ficou conhecido como a Era de Ouro. Ela não se casou e não deixou herdeiros. Abordaremos detalhadamente em breve a vida desta brilhante Rainha. Quando ela morreu o poder passou a dinastia de Stuart de tinha rivalidade com Elizabeth, por questões governamentais e religiosas. 


Casa de Stuart 




24) Nome: Jaime I 

Inicio do Governo: Março de 1603 
Término do Governo: Março de 1625 
Conhecido como: 
Comentário : Bisneto de Henrique VII, algumas histórias contam que foi o sucessor escolhido por Elizabet I, mas de fato foi o único possível herdeiro que se apresentou formalmente ao Trono Inglês. 

25) Nome: Carlos I ( conhecido como São Carlos I) 

Inicio do Governo: Março de 1625 
Término do Governo: Janeiro de 1649 
Conhecido como: São Carlos , o Mártir 
Comentário: Carlos I de Escócia, Deposto, depois executado, pela Revolução Inglesa. Canonizado somente pela Igreja Anglicana em 1660. 



Commonwealth


O 1º Commonwealth Britânico foi um regime republicano instaurado após a Revolução Inglesa, comandado pelo Parlamento. Devido à instabilidade nos anos inciais, Richard Cromwell instaurou o Protectorado, uma espécie de ditadura centrada no "Lord Proctector". 

26) Nome: Oliver Cromwell 

Inicio do Governo: Dezembro de 1653 
Término do Governo: Setembro de 1658 
Conhecido como: - 
Comentário: Morreu durante o seu proctetorado. 


27) Nome: Richard Cromwell

Inicio do Governo: Setembro de 1658 
Término do Governo: Maio de 1659 
Conhecido como: Tumbledown Dick, Queen Dick; Pintinho, Pintinho que não sabe andar 
Comentário: Após a morte de seu pai, Tentou assumir o posto de Lord Proctetor no lugar de seu pai, mas não conseguiu suportar as pressões. Após isso a casa de Stuart é Restaurada. 




Casa de Stuart Restaurada 




28) Nome: Carlos II 

Inicio do Governo: Maio de 1660 
Término do Governo: Fevereiro de 1685 
Conhecido como: 
Comentário: 
Filho de Carlos I. Teve o trono restaurado pelo parlamento em 1660, no entanto, com poderes muito reduzidos em relação aos seus sucessores. Converteu-se ao catolicismo no leito de morte, não deixando herdeiros legítimos. Também Carlos II da Escócia. 


29) Nome: Jaime II 

Inicio do Governo: Fevereiro de 1685 
Término do Governo: Dezembro de 1668 
Conhecido como: 
Comentário: 
Irmão de Carlos II assumiu, e foi deposto mais tarde pela Revolução Gloriosa por ser Católico. Também Jaime VII da Escócia

30) Nome: Maria II 

Inicio do Governo: Fevereiro de 1689 
Término do Governo: Dezembro de 1694 
Conhecido como: 
Comentário: 
Também Maria II da Escócia. Filha de Jaime II, protestante, assumiu o trono sem burlar a linha de sucessão depois da Revolução Gloriosa e governou ao lado de seu marido Guilherme III, seu primo e sobrinho de Jaime II, também herdeiro do trono 

31) Nome: Guilherme III 

Inicio do Governo: Fevereiro de 1689 
Término do Governo: Março 1702 
Conhecido como: 
Comentário: 
Governou sozinho após a morte de Maria II. Também Guilherme II da Escócia. E também Guilherme III Príncipe soberano de Orange


32) Nome: Ana I 

Inicio do Governo: Março de 1702 
Término do Governo: Agosto de 1714 
Conhecido como: 
Comentário: 
Também Ana I da Escócia. 




Reis da Grã-Bretanha




Casa de Stuart




33) Nome: Ana I 

Inicio do Governo: Março de 1702 
Término do Governo: Agosto de 1714 
Conhecido como: 
Comentário: 
À partir do Tratado de União de 1707 Ana se tornou rainha do Reino da Grã-Bretanha. 

CASA DE HÔNVER



Todos os Reis dessa Casa, exceto Vitória, foram também Reis de Hanôver. 

34) Nome: Jorge I 

Inicio do Governo: Agosto de 1714 
Término do Governo: Junho de 1727 
Conhecido como: 
Comentário: 
O Ato de Estabelecimento de 1701 colocou como herdeira do trono Sofia de Hanôver por suas raízes escocessas: era neta de Jaime I. Após sua morte o herdeiro passou a ser Jorge I. 

35) Nome: Jorge II 

Inicio do Governo: Agosto de 1727 
Término do Governo: Junho de 1760 
Conhecido como: 
Comentário: 

36) Nome: Jorge III 

Inicio do Governo: Outubro de 1760 
Término do Governo: Janeiro de 1820 
Conhecido como: 
Comentário: 
Neto de Jorge II 



Reis do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda




Casa de Hanôver


37) Nome: Jorge IV 

Inicio do Governo: Janeiro de 1820 
Término do Governo: Junho de 1830 
Conhecido como: 
Comentário: 
Regia o Governo de seu pai desde 1811

38) Nome: Guilherme IV 

Inicio do Governo: Junho de 1830 
Término do Governo: Junho de 1837 
Conhecido como: 
Comentário: 
Irmão de Jorge IV 

39) Nome: Vitória I 

Inicio do Governo: Junho de 1837 
Término do Governo: Janeiro de 1901 
Conhecido como: 
Comentário: 
Futuramente iremos falar detalhadamente desta Rainha, que foi um marco em sua época, conhecida como a Era Vitoriana., ela era a neta de Jorge III, e foi casada com Príncipe Albert. 



Casa de Saxe-Coburgo-Gota




40) Nome: Eduardo VII 

Inicio do Governo: Janeiro de 1901 
Término do Governo: Maio de 1910 
Conhecido como: O pacificador 
Comentário: 


Casa de Windsor




A mudança de nome de 1917 não se deve a descontinuidade dinástica mas sim ao sentimento antigermânico que se vivia na Primeira Guerra Mundial

41) Nome: Jorge V 

Inicio do Governo: Maio de 1910 
Término do Governo: Janeiro de 1936 
Conhecido como: 
Comentário: 
A Partir de 1922 a Irlanda torna-se independente, mas ainda reinada por ele. 


42) Nome: Eduardo VIII 

Inicio do Governo: Janeiro de 1936 
Término do Governo: Dezembro de 1936 
Conhecido como: 
Comentário: 
Abdicou voluntariamente para poder se casar com Wallis Simpson, que se tornaria Duquesa de Windsor. 


43) Nome: Jorge VI 

Inicio do Governo: Dezembro de 1936 
Término do Governo: Fevereiro de 1952 
Conhecido como: 
Comentário: 
Irmão de Eduardo VIII, e deixa de ser Rei da Irlanda quando esta se proclama República


44) Nome: Elizabeth II 

Inicio do Governo: Fevereiro de 1952 
Término do Governo: até os dias de hoje 
Conhecido como: 
Comentário: 


Fonte de pesquisa ; Wikipédia, uma das maiores bibliotecas virtuais mundiais. 
Imagem: Google