Musica.

Seguidores

.

.

Total de visualizações de página

Bandeiras visitadas

free counters

VIDEO DE DIVULGAÇÃO DO BLOG

Para assistir o Vídeo de divulgação do blog "CONTADOR DE HISTÓRIA", basta você clicar no Mixpod que fica logo abaixo na lateral direita do blog , e no botão central dê uma pausa na música. Apreciem o vídeo.

Vídeo de Divulgação do Blog - Aprecie

A SAGA DE MOISÉS POR LUCIANO DUDU

EU RECOMENDO - EXPURGO DE FLÁVIA NEVES

terça-feira, 9 de julho de 2013

PALAVRAS DE UM MERO BRASILEIRO










Eu tenho acompanhado muitas postagens nas redes sociais, e percebo que a “Onda” agora é falar do “Plebiscito”, muitos defendem com garras e dentes a ideia proposta pela Sra. Presidenta.
E pasmem muitos defensores da ideia possuem um alto grau de escolaridade, e usam como artifício para defenderem o Governo atual, uma ideia utópica de “Um Governo que preocupa com o lado social”.
Será que os ditos benefícios sociais, que vem acontecendo nesses últimos anos não é apenas a aplicação de uma PROPOSTA DE ESMOLA ELEITOREIRA?
Perante a ALTA CARGA TRIBUTÁRIA que pagamos, o brasileiro merece muito mais que as migalhas oferecidas pelo Governo, eu trabalho na área contábil desde que me entendo por gente e sei do que eu estou falando.
A especialista Misabel Derzi comenta em um artigo:

“(...)A carga tributária brasileira não é baixa, mas é similar à de países desenvolvidos. O problema é que é mal distribuída.“Precisamos ter intervenções para que seja distribuída com mais justiça, poisos mais pobres suportam peso maior desta carga do que a classe média alta e os muito ricos porque incidem tributos onerosos àquilo que é essencial à vida,como alimentos, remédios, vestuários. Quanto menor o salário mais a pessoa consome sua remuneração com estes itens básicos. A situação tributária do Brasil é uma espécie de castigo para os cidadãos, mas é o paraíso para os governos. A arrecadação não para de crescer. Bate recorde a cada mês.”


- Daí eu pergunto onde vai parar esse dinheiro, em um país que falta educação, saúde de péssima qualidade,e outras coisas mais?
Eu convido aos amigos a buscarem em suas memórias os fatos de escândalos políticos que ocorreram nos últimos tempos, independe de partido político envolvido, então vamos lá:
-Pensa?
- Pensa mais um pouco eu espero!
- Recordou??
- Analisa comigo:
Será que o dito cujo “PLEBISCITO”, não seria apenas uma Proposta Eleitoreira do Governo, para desviar o FOCO dos verdadeiros motivos da insatisfação dos brasileiros?

Já repararam que no decorrer da história do Brasil, toda vez que o brasileiro resolveu manifestar sua insatisfação com aqueles que “o representa”, o Governo mostra sempre receio e temor, diante dos protestos, mas isso é há primeira instante, pois quando a poeira abaixa o Governo percebe que foram apenas manifestos entusiastas, e que não vai virar em nada, porque o brasileiro tem fama de ter a memória curta e esquecer tudo muito rápido?


Diante das atuais manifestações era comum ouvirmos por noticiários a população dizer “Vocês não nos representa”.
Caro Amigo, não adianta virmos com esse bla bla bla que “Você não me representa”,porque se eles estão lá, foram escolhidos pela maioria de nós, por isso que a escolha é feita por um meio de eleição democrática.

Não sou Doutor em nada e muito menos especialista, eu sou um mero brasileiro, mas ao estudar um pouco sobre nossa história eu percebo que nestes últimos 500 anos de Brasil, nós fomos educados,baseado numa cultura estranha, de sermos passivos a tudo, e engolirmos goela abaixo tudo que é oferecido para nós brasileiro, (tudo na base da mendicância),mesmo pagando uma alta carga tributária. Eu acredito que além da base cultural esse modo estranho de ver a vida está muito vinculado com a educação religiosa que recebemos.


Fomos criados para “ser bonzinho e resignado”, e de acordo com a crença que cada um professa essa tal resignação diante das provas e dificuldades, trará méritos futuros,numa vida pós- morte seja no NOSSO LAR, NO CÉU, NO PARAÍSO.


Mas não esqueçamos que ser BOM não é ser OTÁRIO, e que precisamos ter discernimento das coisas. Não devemos acreditar em tudo que ouvimos, precisamos discernir, analisar para tomar as melhores decisões nas escolhas assertivas.

Atualmente o Brasil foi tomado por uma série de manifestos, dizendo que o GIGANTE ACORDOU, é muito bom vermos um povo que realmente vem mostrando vontade de melhoria de uma forma coletiva, estamos caminhando bem. Mas você lembra quando eu disse que formos criados para ser bonzinhos e acreditar nos outros que nos prometem mundos e fundos?

Depois dos protestos a representante do povo brasileiro foi na TV fazer um discurso ARROTANDO SANTIDADE, BONDADE E UMA FALSA PREOCUPAÇÃO COM O POVO BRASILEIRO, e parece que acabou tapeando grande parte dos eleitores com promessas sem pé nem cabeça.

Meus amigos sejamos mais coerentes, e sensatos no que acreditamos e no que vemos de "propostas eleitoreiras". Eu noto comentários de pessoas com grandes formações acadêmicas, defendo ideias ridículas e prolixas proposta por um Governo Federal que não tem a mínima dó e nem piedade do Brasileiro e que isso vem acontecendo há séculos .


Se a dita representante do POVO, tivesse tanta preocupação conosco desde o inicio do seu mandato, não tinha “comungado com essa corrupção hedionda” , e deslavada que vemos todos os dias acontecer nesse País,agora vem querer fazer moralismo transformando corrupção como crime hediondo,dizendo não a PEC 37, porque o povo reclamou? Será que antes isso não era preocupação para a líder do Povo e de seu legislativo? Defender os interesses da nação?

Agora como vamos acreditar numa proposta que vai tramitar na mão de pessoas que hoje não confiamos mais? Sendo que poucos meses atrás houve sérias condenações de crimes relacionados ao mensaleiros, tais criminosos foram classificados pelo Ministério Público Federal, como membros de uma quadrilha, uma sofisticada organização criminosa, dividida em setores de atuação, que se estruturou profissionalmente para a prática de crimes como peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, gestão fraudulenta, além das mais diversas formas de fraude”.

Lembrou?Refrescamos nossas memórias agora? E a ainda acredita na proposta do Plebiscito?
Nesse momento eu acabei de recordar de um livro do Saramago “Ensaio sobre a cegueira”, parece que estamos vivendo isso atualmente,mas devemos tomar cuidado porque CEGO QUE GUIA CEGO, CAI NO BURACO. 

LUCIANO DUDU - um mero brasileiro.